Início » América do Sul » Argentina » A Argentina que os Brasileiros não conhecem

A Argentina que os Brasileiros não conhecem

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram
Share on email

Nem só de vinhos e tango é feita a Argentina. Com uma grande amplitude territorial, que abarca desde as rebarbas do deserto do Atacama até os cumes nevados da cidade mais austral do mundo (Ushuaia), o país vizinho tem muito mais o que oferecer, além dos restaurantes de Buenos Aires e dos chocolates de Bariloche. Conheça a Argentina que os brasileiros não conhecem.

A terra de Maradona e de Mercedes Sosa é casa também de pinguins, baleias, ruínas incas, vulcão, desertos, montanhas coloridas e até um dos trens mais altos do mundo. Todas essas maravilhas do país vizinho estão de braços abertos para os brasileiros. O melhor é que é possível encontrar voos para Argentina com bom preço o ano todo.

Além de sonhar, é importante planejar a viagem. Se organizando com antecedência, é possível acumular milhas para voar pagando apenas a taxa de embarque. Para quem não possui pontos acumulados, a dica é pesquisar voos no site da MaxMilhas, no qual é possível encontrar passagens promocionais com até 50% de desconto.

Baleias, pinguins, leões-marinhos e golfinhos

Não é preciso embarcar em uma expedição antártica para ver de pertinhos pinguins mergulhando como balas no mar. A Península Valdés, a cerca de 1.300 km ao sul de Buenos Aires, está repleta deles. As águas relativamente quentes desta preciosidade da Patagônia, e seus entornos, atraem também outros animais marinhos que não se vê facilmente no Brasil, como baleias e leões-marinhos. Use Trelew ou a encantadora Puerto Madryn como base para passeios na região.

A Argentina que os brasileiros não conhecem
Foto: Divulgação

Vulcão

Quando em Bariloche, a dica é dirigir mais umas três horas para o norte e conhecer o vulcão Lanín, já na fronteira com o Chile. Escalar seus quase 4 mil metros de altitude exige dois dias de caminhada, além de preparo, equipamento específico e disposição para lidar com temperaturas extremas. Mas não é preciso subir até lá para apreciar este cartão postal. É possível acampar no Parque Nacional Lanín – e fazer fotos invejáveis. Junín de los Andes e Aluminé são as cidades mais próximas. Vale lembrar que a região faz parte da Rota dos Sete Lagos, uma das mais belas da América Latina.

Ruínas incas

A Argentina não tem apenas a cidade mais ao sul do mundo. É dos hermanos também aquela que foi a capital mais austral do Império Inca. El Shincal de Quimivil é incrivelmente bem preservada e esquecida, com pouquíssima visitação turística. Assim como Machu Picchu, permaneceu escondida pela vegetação por centenas de anos.

A cidade teve grande importância econômica e política para os incas. Há cerca de 15 anos, celebra-se  no solstício de inverno (21 de junho), o Ano Novo dos Povos Originários (Inti Raymi). Ou seja, além de uma importante ruína pré-hispânica, El Shincal é um centro cerimonial vivo.

A Argentina que os brasileiros não conhecem
Foto: Wikipedia

Deserto de sal

Quando se fala em deserto de sal, imediatamente lembra-se do Salar de Uyuni, no sul da Bolívia. O que poucos brasileiros sabem é que também a Argentina tem, na província de Salta, sua versão da maravilha boliviana, embora bem menor e com pouca infraestrutura turística.

A planície completamente branca, em contraste com o azul infinito do céu, compõe uma paisagem onírica e inspira fotos que brincam com as proporções de objetos e pessoas. Pelo caminho, pode-se ver também animais andinos, como lhamas e até condores. Não se deve esquecer de que se está a cerca de quatro mil metros acima do nível do mar. Óculos de sol, protetor solar e alguma ambientação a altas altitudes são essenciais.

Montanhas áridas e coloridas

A Montanha das Sete Cores (Cerro de los Siete Colores) parece uma filial dos Atlas marroquinos na América do Sul. A cerca de 1.300 km da fronteira brasileira (Uruguaiana), fica a pequena e árida Purmamarca, base para visitar essa joia geológica. Do vermelho ao verde, as cores descem pela montanha como o degradê bem definido de um arco-íris. E esta é só a pontinha do iceberg.

O norte argentino é repleto de montanhas áridas e formações geológicas que parecem de outro planeta, marcadas por intemperismos de todo o tipo. Em outras palavras, não é necessário ir até o Atacama chileno para ver aqueles impressionantes vales rochosos meticulosamente esculpidos pelo vento.

Montanha das Sete Cores
Foto: Wikipedia

Um trem para o céu

Uma viagem de trem a mais de quatro mil metros de altitude, cortando em zigue-zagues dezenas de túneis e pontes, além de vilarejos indígenas esquecidos pelo tempo. Não por acaso o ramal C-14 do Ferrocarril General Belgrano é chamado de o Trem das Nuvens.

De fato, muitas vezes os passageiro podem contemplar nuvens abaixo dos próprios pés, ou melhor, dos trilhos do trem, que é um dos percursos ferroviários mais altos do mundo. A viagem de ida e volta percorre mais de 400km e conecta a estação General Belgrano a La Polvorilla, que tem um colossal viaduto de aço. Com mais de 200 metros de altura, é considerado uma das grandes obras da engenharia argentina.

*Post Patrocinado

- autor -

André Morato
André Morato
Olá, eu sou o André! Sou influenciador digital de viagens e gastronomia, designer gráfico, desenvolvedor web e trabalho com marketing digital. Apaixonado por viagens e por fotografia, já viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog.

- COMENTÁRIOS -

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

- Sobre -

Sobre o Blog Meu Destino

Somos André e Kalídia! Compartilhamos as melhores dicas para que você possa viajar e curtir o melhor de cada destino.

- tv blog meu destino -

- QUADROS DE VIAGEM -

- NEWSLETTER -

Newsletter

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber novidades do blog e dicas para as suas próximas viagens!

- ATENÇÃO -

Todo o conteúdo do blog está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL Nº: 9.610 de 19/02/1998. Portanto, é proibida qualquer reprodução de textos e imagens contidas neste blog, em qualquer meio de comunicação, sem prévia consulta e autorização dos editores do site.

Blog Meu Destino © 2011-2020 – Todos os direitos reservados