Início » Brasil » Minas Gerais » Três Marias » Passeio por Andrequicé e Museu Manuelzão, Três Marias-MG

Passeio por Andrequicé e Museu Manuelzão, Três Marias-MG

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on telegram
Share on email

Andrequicé é uma tranquila e acolhedora vila da cidade de Três Marias, um lugar que parece ter parado no tempo, um destino rico em cultura onde é possível fazer uma verdadeira imersão na história do Brasil interiorano. Você já ouviu falar em Manuelzão? Qual a sua relação com Guimarães Rosa?

O personagem foi criado por Guimarães Rosa, inspirado em Manuel Nardi, que nasceu e viveu em Andrequicé, a grande inspiração para a criação do Manuelzão. O cenário também serviu de inspiração para importantes obras deste autor, como Grande Sertão Veredas, enfim, é um lugar que respira cultura.

A vila pode ser conhecida em um período do dia (manhã ou tarde), um roteiro conduzido pela Samarra (Sociedade dos Amigos do Memorial Manuelzão e de Revitalização de Andrequicé), uma organização que mantém viva a passagem de Guimarães Rosa pela região. Além de se aprofundar na história do personagem, é possível passear pelo Centro Histórico, onde estão diversas construções antigas como a igreja bicentenária e as casinhas típicas de época, além de visitar o Museu Manuelzão.

A visita ao distrito pode ser incluída em um roteiro pelo bairro Turístico Beira Rio, que fica coladinho à cidade de Três Marias mas pertence à São Gonçalo do Abaeté-MG. O roteiro de final de semana é uma oportunidade de lazer e descanso, às margens do Rio São Francisco.

A relação entre Manuelzão e Guimarães Rosa

Em 1952, o grande escritor João Guimarães Rosa visitou Andrequicé e fazendas da região, quando conheceu o líder vaqueiro Manuelzão. Junto a um grupo de vaqueiros, percorreram cerca de 240 quilômetros em 10 dias, onde o escritor fez diversas anotações sobre lugares e pessoas, que foram inspiração para suas mais importantes obras, Grande Sertão Veredas e Corpo de Baile. Posteriormente, surgiu Manuelzão e Miguilim, em um desmembramento das duas primeiras obras citadas.

Durante a boiada, Guimarães Rosa observava o linguajar sertanejo, anotando termos e ‘causos’ que ganharam vida na sua literatura, mostrando uma forma peculiar de escrita, considerada de difícil leitura.

Andrequicé - Três Marias-MG

Um roteiro por Andrequicé

Andrequicé é um lugar simples, porta do sertão, que encanta quem chega pela natureza exuberante, pela hospitalidade dos moradores locais e pela riqueza cultural que preserva. Este pedacinho de Minas Gerais possui 400 casas e cerca de 2 mil habitantes, abrigando grupos que garantem a perpetuação da cultura, como Bordadeiras, Quitandeiras, Folia de Reis, Pastorinhas e Benzedeiras.

O roteiro pode ser realizado às 8h30 ou às 13h30, com duração de 3 horas e 30 minutos. Fiz o roteiro da tarde e antes de iniciar, almocei no Restaurante Ki Delícia, que oferece uma comida caseira gostosa e custa cerca de R$20 por pessoa, com self service à vontade. Lá eu provei o Guaraná Sant’anna de Minas, produzido em Araguari, muito gostoso.

Restaurante - Guaraná Sant'anna de Minas

Para iniciar o roteiro já se aprofundando na história e na cultura local, recebi uma breve introdução da equipe da Samarra no Armazém da Cultura, onde conheci a história do lugar e do Manuelzão, história de grande riqueza que muito orgulha os moradores locais. É bonito ver como eles tem orgulho do lugar onde vivem, orgulho da história local e como tem prazer em contar tudo sobre o distrito. Quem conduziu a explicação foi o presidente da Samarra, José Antônio, com apoio da Lidijane, Coordenadora.

Armazém da Cultura - Andrequicé - Três Marias-MG
Armazém da Cultura
Painéis na Samarra

Depois de se aprofundar na história, é hora de seguir para a Praça Guimarães Rosa, onde está a Igreja de Nossa Senhora das Mercês, construída no século XVIII e tombada como patrimônio cultural municipal em 2010. A história desta capela ainda não foi completamente desvendada, mas suspeita-se que ela seja ainda mais antiga do que se imagina, já que foi encontrada uma cruz com a inscrição do ano de 1732.

O tour contempla uma visita ao interior da igreja, onde uma guia revela diversas histórias sobre a mesma. Uma dessas histórias é que todos os anos os devotos produzem novos mantos para a santa padroeira, uma tradição local. O interior é simples e do lado direito do altar foram preservados alguns pisos originais. Na parte externa, a arquitetura também é simples e está em bom estado de conservação.

Igreja de Nossa Senhora das Mercês - Andrequicé - Três Marias-MG
Igreja de Nossa Senhora das Mercês
Igreja de Nossa Senhora das Mercês - Andrequicé - Três Marias-MG
Interior da Igreja de Nossa Senhora das Mercês
Igreja de Nossa Senhora das Mercês - Três Marias-MG

Ainda na Praça Guimarães Rosa está o Cine Clube Manuelzão, um espaço utilizado para apresentações e exposições da comunidade. A Samarra realiza um projeto social com os jovens da cidade, que inclui a dança cigana como atividade principal, pude assistir a uma apresentação e foi muito legal. As meninas já participaram de apresentações em Belo Horizonte e o projeto é um sucesso.

Cine Clube Manuelzão
Cine Clube Manuelzão
Cine Clube Manuelzão

A próxima atividade do roteiro é conhecer o Museu Manuelzão, a grande atração do roteiro por Andrequicé. O museu abriga diversos bens culturais da Manuel Nardi, o Manuelzão, que foram adquiridos da família de Manuel Nardi e representam os hábitos e costumes cotidianos de um vaqueiro do sertão. Além de fotos e diversas mensagens espalhados pela casa, o museu possui diversos registros de homenagens e participações de Manuelzão em eventos e na mídia.

A casa por si só já é uma atração à parte, tombada pela Prefeitura Municipal de Três Marias por sua importância cultural para a cidade, que preserva a arquitetura original da época em que o vaqueiro vivia nela. Além da Casa de Manuelzão, é possível conhecer a Casa de Arreios e do Forno.

Museu Manuelzão - Andrequicé - Três Marias-MG
Museu Manuelzão
Museu Manuelzão - Andrequicé - Três Marias-MG
Algumas exposições do Museu Manuelzão
Interior do Museu Manuelzão - Três Marias-MG
Girassol em Três Marias-MG

Ao lado está o Salão das Bordadeiras no Largo da Dona Didi, uma oportunidade de interagir com as bordadeiras e comprar bordados baseados na literatura Rosiana e nos contos do Sertão de Manuelzão.

Bordadeiras de Andrequicé - Três Marias-MG

A última atividade do roteiro é participar de uma roda de leitura no Armazém da Cultura, atividade que conta com a presença de dois ou três membros de um dos grupos artísticos culturais de Andrequicé, seguida de um café tipicamente mineiro. É nessa hora que, segundo os locais, o visitante “garra” a comer, “garra” a ler e “garra” a cantar. Pude participar da atividade e ainda ganhei um livro, O Xale de Rosa.

Roda de Leitura - Andrequicé - Três Marias-MG
Roda de Leitura
Café na Samarra
Presente que este blogueiro ganhou, livro O Xale de Rosa
Recebendo meu presente das mãos do presidente da Samarra, José Antônio

O roteiro termina por ali mas aproveitei para dar mais uma volta pelo distrito, para admirar algumas construções antigas e conversar com moradores. Uma das construções me chamou a atenção desde o momento em que cheguei, uma casa muito antiga e charmosa, com uma placa de Memorial Família Alexandre. Apurei que ali havia um pouso, mas que não funciona mais.

Lá eu conheci a Dona Olga, uma senhora de 93 anos que era dona deste pouso, simpática e muito vaidosa, revelou que estava se arrumando para ir à missa, com as unhas feitas e esbanjando saúde. Que pessoa incrível e inspiradora!

Andrequicé - Três Marias-MG
Andrequicé - Três Marias-MG
Dona Olga

Meu roteiro se encerrou por ali mas o projeto Museu Manuelzão promete ficar ainda melhor em alguns anos, mantendo viva a rica e interessante história deste famoso personagem. As ruas percorridas pelo roteiro são asfaltadas e planas, não havendo maiores dificuldades para percorrê-las, mas se você tiver alguma necessidade, basta comunicar à Samarra. É recomendado utilizar roupas leves, tênis confortável e protetor solar durante o roteiro.

A visita a Andrequicé pode ser realizada para grupos de até 16 pessoas ou individual, sendo necessário o agendamento prévio. Para 2 e 3 pessoas, o valor é R$125 por pessoa, a partir de 4 pessoas o roteiro custa R$76 por pessoa. Estes valores não incluem transporte até o distrito. A atividade pode ser agendada de segunda à domingo, às 8h30 ou às 13h30.

Viagem realizada em dezembro de 2021

Museu Manuelzão – Andrequicé
(38) 3754-6158
[email protected]
www.museumanuelzao.com.br

Logo Beira Rio

O Blog Meu Destino esteve no Bairro Beira Rio à convite do Projeto Turístico Beira Rio, porém todas as opiniões acima são pessoais e expressam a real experiência deste blogueiro. Fiz a parceria, mas a minha opinião é livre quanto aos serviços prestados. Agradeço à Turismo 360 pela convite.

- autor -

André Morato
André Morato
Olá, eu sou o André! Sou influenciador digital de viagens e gastronomia, designer gráfico, desenvolvedor web e trabalho com marketing digital. Apaixonado por viagens e por fotografia, já viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog.

- COMENTÁRIOS -

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

- Sobre -

Sobre o Blog Meu Destino

Somos André e Kalídia! Compartilhamos as melhores dicas para que você possa viajar e curtir o melhor de cada destino.

- tv blog meu destino -

- NEWSLETTER -

Newsletter

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber novidades do blog e dicas para as suas próximas viagens!

- ATENÇÃO -

Todo o conteúdo do blog está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL Nº: 9.610 de 19/02/1998. Portanto, é proibida qualquer reprodução de textos e imagens contidas neste blog, em qualquer meio de comunicação, sem prévia consulta e autorização dos editores do site.

Blog Meu Destino © 2011-2020 – Todos os direitos reservados

- fazemos parte -